Notícias

Você está em / Home / Notícias e Imprensa / Notícias / Massey Ferguson contribui com projeto de plantio de soja em terras baixas

Massey Ferguson contribui com projeto de plantio de soja em terras baixas

15 de março de 2021

A Massey Ferguson faz parte da cooperação-técnica do Projeto Sulco, da Embrapa Clima Temperado, cujo objetivo é avaliar a viabilidade técnica e econômica do cultivo de soja irrigada no sistema sulco-camalhão em terras baixas, que têm como particularidade a deficiência de drenagem.

A marca tem a responsabilidade de desenvolver a melhor forma de mecanização dentro desse conceito de cultivo. O trabalho consiste em buscar melhores opções de mecanização, desde o preparo, plantio e trato cultural, até a colheita em áreas de plantio no sistema sulco-camalhão. 

“Para o projeto fizemos adequações em nossa plantadeira MF 500, para que esteja apta a andar sobre esses camalhões com linhas de espaçamentos de 30 centímetros. Também adequamos as rodagens de um trator, para que pudesse andar dentro do próprio sulco, evitando danos nas zonas de cultivo do camalhão”, afirma Fabrício Müller, gerente de Produto e Marketing Estratégico para Plantio e Pulverização da AGCO América do Sul.

O plantio de soja em terras baixas é feito como alternativa para rotação de cultura em regiões onde tradicionalmente é produzido o arroz. O sistema de cultivo com sulco-camalhão tem demonstrado resultados positivos na mitigação de fatores limitantes da produtividade (deficiente drenagem natural do solo e a ocorrência de frequentes períodos de estiagem) nessas áreas. “Na safra 2019/2020, tivemos resultados muito positivos com ganhos de produtividade superiores a 20 sacas por hectares, comparado ao modelo tradicional, dentro das quatros áreas experimentais no Rio Grande do Sul. Vislumbramos oportunidades de seguir com o desenvolvimento de conhecimento sobre esse sistema produtivo e atingir resultados superiores da safra passada”, avalia Muller. “Estamos muito satisfeitos em fazer parte dessa iniciativa, agregando conhecimento com outras empresas para oferecer aos produtores alternativas que contribuam com sua rentabilidade”.

Segundo a Embrapa, o sistema sulco-camalhão consiste na estruturação da lavoura para a irrigação por sulcos, obtendo-se, ao mesmo tempo, grande benefício em drenagem. É um modelo indicado para solos planos, com declividades uniformes, requerendo, geralmente, a suavização do terreno.

 

 

GALERIA DE IMAGENS